Talleres Filsa, S.A.U.
Informação profissional para a indústria alimentar portuguesa

Quando o aço inoxidável não é a solução certa: descubra a nova gama de esferas transferidoras com carcaça de plástico da norelem

23/01/2023

Se procura uma esfera transferidora de qualidade para aplicações em que não seja possível implementar unidades em aço inoxidável, a mais recente inovação da norelem irá superar este desafio com a sua nova unidade com carcaça de plástico.

foto

A empresa alemã fabricante de componentes normalizados expandiu a sua gama de esferas transferidoras com a inclusão de unidades com carcaça de plástico. Estas unidades destinam-se a ser usadas como componentes em sistemas de transporte, alimentadores, máquinas de processamento e equipamento de embalamento para facilitar a deslocação, rotação e direcionamento de cargas unitárias. As carcaças exteriores das novas unidades são feitas de um plástico azul certificado adequado para utilização no setor alimentar.

As esferas transferidoras, ao contrário das esferas transferidoras convencionais ou de outros tipos de linhas de produção mecânicas ou eletrónicas, dependem apenas do momento dos objetos transportados ou de quaisquer forças externas transmitidas para esses objetos durante a respetiva deslocação de um local para outro. Assim, na maioria das aplicações, as esferas transferidoras podem significar reduções nos custos energéticos, bem como reduções nos custos com manutenção e reparações. As instalações de transporte de bagagem de aeroportos são o exemplo mais comum de mesas com esferas transferidoras. No entanto, também existem muitas aplicações para mesas com esferas transferidoras nos setores industrial, de produção e armazenamento.

“A nova gama de esferas transferidoras da norelem é a nossa mais recente adição ao nosso portefólio de produtos sempre em expansão”, diz Marcus Schneck, CEO da norelem. “Através da implementação das esferas transferidoras em plástico, é possível transferir cargas de forma mais fácil através de uma multiplicidade de aplicações, bem como poupar energia em setores onde não foi possível implementar as unidades alternativas em aço inoxidável.”

As esferas transferidoras estão equipadas com uma tampa fechada sem folgas, o que impede a acumulação de sujidade no rebordo. Além disso, e de qualquer forma, a caixa possui buracos para a sujidade na parte inferior, o que significa que as unidades podem ser facilmente limpas.

Tanto as esferas de carga como as esferas de apoio são feitas de aço inoxidável, no entanto, no caso das esferas de carga, está também disponível uma versão em plástico. As unidades de esferas de aço são adequadas para utilização em temperaturas de -30 °C a +50 °C, sendo que as esferas de plástico têm um limite superior de 30 °C. Isto significa que são adequadas para utilização em diversos ambientes. Do mesmo modo, as unidades são adequadas para a transferência de cargas de até 500 n (cerca de 50 kg) a velocidades de até 1,5 metros por segundo, o que significa que são perfeitas para o transporte rápido e eficiente de cargas pesadas.

Empack - Logistics & Automation 19 - 20 abril 2023LFA

Subscrever gratuitamente a Newsletter semanal - Ver exemplo

Password

Marcar todos

Autorizo o envio de newsletters e informações de interempresas.net

Autorizo o envio de comunicações de terceiros via interempresas.net

Li e aceito as condições do Aviso legal e da Política de Proteção de Dados

Responsable: Interempresas Media, S.L.U. Finalidades: Assinatura da(s) nossa(s) newsletter(s). Gerenciamento de contas de usuários. Envio de e-mails relacionados a ele ou relacionados a interesses semelhantes ou associados.Conservação: durante o relacionamento com você, ou enquanto for necessário para realizar os propósitos especificados. Atribuição: Os dados podem ser transferidos para outras empresas do grupo por motivos de gestão interna. Derechos: Acceso, rectificación, oposición, supresión, portabilidad, limitación del tratatamiento y decisiones automatizadas: entre em contato com nosso DPO. Si considera que el tratamiento no se ajusta a la normativa vigente, puede presentar reclamación ante la AEPD. Mais informação: Política de Proteção de Dados

ialimentar.pt

iAlimentar - Informação profissional para a indústria alimentar portuguesa

Estatuto Editorial