Talleres Filsa, S.A.U.
Informação profissional para a indústria alimentar portuguesa

PepsiCo: Portugal recebe primeiro biodigestor no sul da Europa

24/01/2023
O novo projeto que irá transformar os resíduos orgânicos da fábrica do Carregado em biogás implicará um investimento de 7.5 milhões de euros. Empresa afirma que a iniciativa faz parte da nova estratégia de sustentabilidade positiva e permitirá reduzir as emissões de carbono da fábrica em 30%.
foto
A PepsiCo Portugal acaba de anunciar o início de um novo projeto que “reflete o compromisso da empresa com a sustentabilidade e a redução de emissões de carbono na sua fábrica de snacks no Carregado”. Trata-se da instalação de um novo biodigestor que começará a ser construído em Abril deste ano, que transformará os resíduos orgânicos em biogás com um investimento total de 7,5 milhões de euros.

Como explica a empresa, este biodigestor não só conseguirá uma redução de 30% nas emissões de carbono da unidade no Carregado, o biodigestor também contribuirá para reduzir o consumo de gás, permitindo à instalação utilizar o biogás produzido durante o processo de digestão anaeróbia (processo biológico em que o material, na ausência de oxigénio, através da ação de um grupo de bactérias orgânicas específicas, é decomposto em produtos gasosos ou “biogás”). Este é um processo utilizado como fonte de energia renovável, onde o biogás é utilizado diretamente como combustível nas várias fases da produção, assim como para a higienização das linhas de produção e aquecimento das águas sanitárias dos balneários e refeitório.

Segundo a PepsiCo Portugal o novo biodigestor utilizará as lamas produzidas na estação de tratamento de águas residuais da fábrica e as cascas de batata, assim como outros resíduos alimentares impróprios para consumo. Estes resíduos são pré-tratados e convertidos num composto orgânico limpo que é depois transformado em biogás através de um processo anaeróbico. O biogás para ser um substituto direto do gás natural é previamente pré-tratado numa estação de purificação que converte o biogás em biometano.

Sobre esta “novidade” Fernando Moraga, Country Manager da PepsiCo em Portugal, afirmou: “temos orgulho de arrancar o ano com o anúncio deste projeto pioneiro no Sul da Europa, que é um grande passo no processo de transformação rumo a uma Cadeia de Valor Positiva. Com o novo biodigestor, passaremos a operar mais eficientemente com o planeta através da criação de soluções de energia alternativa.”

O novo biodigestor começará a ser construído num local separado junto à fábrica a partir do 2º trimestre de 2022, ocupando uma área total de 420 m2. Nelson Sousa, Plant Manager da PepsiCo em Portugal, refere que ”o novo biodigestor terá a capacidade de converter mais de 21.900 toneladas de resíduos orgânicos por ano em 4.818.000 Nm3 de biometano por ano, o que equivale a uma redução de 30% nas emissões de carbono durante o processo de produção. Além disso, permitirá que a nossa unidade de negócio continue a ser um case study em termos de nível das boas práticas de sustentabilidade na PepsiCo a nível europeu, e também um exemplo de circularidade e reconversão ao nível local, uma vez que o projeto prevê a utilização de resíduos de origem externa à nossa fábrica”.

Desde 2012, a fábrica do Carregado tem um sistema de produção de biogás que permite uma redução de 50% no consumo de eletricidade na sua ETAR. Implementou também um projeto de reutilização de calor nos fornos utilizados na produção dos Doritos, que permite a recuperação de energia “desperdiçada” da chaminé e a produção de vapor, permitindo uma redução no consumo de gás na fábrica na ordem dos 5%.

Embora a PepsiCo já utilizasse eletricidade de fontes sustentáveis em todas as suas instalações em Portugal, anunciou também uma grande mudança com a assinatura de um acordo de compra de energia (PPA) a partir de 1 de Janeiro de 2023. Com esta parceria, a PepsiCo irá melhorar a qualidade e a rastreabilidade desta energia e garantir um fornecimento sustentável e competitivo a longo prazo. Este acordo contribui ainda para o aumento e consolidação das instalações de energias renováveis em Espanha e Portugal.

Empack - Logistics & Automation 19 - 20 abril 2023LFA

Subscrever gratuitamente a Newsletter semanal - Ver exemplo

Password

Marcar todos

Autorizo o envio de newsletters e informações de interempresas.net

Autorizo o envio de comunicações de terceiros via interempresas.net

Li e aceito as condições do Aviso legal e da Política de Proteção de Dados

Responsable: Interempresas Media, S.L.U. Finalidades: Assinatura da(s) nossa(s) newsletter(s). Gerenciamento de contas de usuários. Envio de e-mails relacionados a ele ou relacionados a interesses semelhantes ou associados.Conservação: durante o relacionamento com você, ou enquanto for necessário para realizar os propósitos especificados. Atribuição: Os dados podem ser transferidos para outras empresas do grupo por motivos de gestão interna. Derechos: Acceso, rectificación, oposición, supresión, portabilidad, limitación del tratatamiento y decisiones automatizadas: entre em contato com nosso DPO. Si considera que el tratamiento no se ajusta a la normativa vigente, puede presentar reclamación ante la AEPD. Mais informação: Política de Proteção de Dados

ialimentar.pt

iAlimentar - Informação profissional para a indústria alimentar portuguesa

Estatuto Editorial